PEDAGOGIA

Titulação: Licenciatura

Duração: 4 Anos    Lançamento: 2019   Período: Noturno 

Reconhecimento: Portaria MEC nº 172/2019 de 09 de Abril de 2019

SOBRE O CURSO

O curso superior de Licenciatura em Pedagogia da FACCREI  reconhece a importância da formação inicial de professores para a Educação Básica, de modo a formar um profissional capaz de atuar de maneira crítica e transformadora nos processos de ensino e aprendizagem.

Têm como missão criar, desenvolver, sistematizar e difundir conhecimentos na área de educação com o objetivo de responder às necessidades do homem e da sociedade contemporânea. 

Para tal, busca formar profissionais de educação autônomos e cooperativos, capazes de pensar, investigar, decidir, planejar, realizar e avaliar ações educacionais em várias instâncias e níveis.

OBJETIVOS

– Oferecer formação integral do Profissional de Educação para ampliar a sua visão crítica quanto ao papel do professor e do Pedagogo na atualidade considerando a estrutura educacional brasileira;

– Possibilitar a construção permanente de saberes fundamentais à atuação do Pedagogo, articulando ensino, pesquisa e extensão;
– Estabelecer diálogo entre a Instituição, a Escola Básica e o Mundo do Trabalho, de forma que tal integração possibilite uma avaliação / transformação permanente do Curso e da realidade sócio educacional;

– Contribuir para a formação do pedagogo / professor, entendido como intelectual reflexivo, que articule teorias e práticas do campo educativo, atuando com autonomia na docência e na gestão dos processos educacionais;

– Implementar propostas curriculares que propiciem a articulação entre teoria e prática, visando a formação de profissionais autônomos, criativos e comprometidos com a melhoria da realidade educacional brasileira.

– Compreender o contexto econômico, político, social e educacional da sociedade brasileira, tendo em vista uma atuação do profissional crítico e criativo;

– Compreender a educação como fenômeno social e cultural em seu dinamismo e diversidade.

ATIVIDADES DO CURSO

  • Atividades em grupo
  • Aulas teóricas e práticas
  • Pesquisas relacionadas a Pedagogia
  • Iniciação cientifica
  • Atividades de extensão
  • Visitas técnicas
  • Estágios

VOCÊ SABIA?

O curso de Pedagogia, propriamente dito, surgiu em 1939, na Universidade do Brasil, dentro da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Entretanto, a formação para a docência nas séries iniciais, antigo primário, iniciou-se com em 1835 no Rio de Janeiro, com a chegada da Escola Normal no Período Regencial.

A Formação do Pedagogo foi marcada, inicialmente, pela fragmentação entre Bacharelado e Licenciatura. Os Bacharéis tinham a habilitação técnica, enquanto os Licenciados trabalhavam nas Escolas Normais e na Secundária. Nos anos de 1940 e 1950 e, em parte dos 1960, o curso de Pedagogia não teve grandes mudanças e a formação desse profissional ficava a mercê do entendimento exclusivo das Instâncias Superiores, a formação do técnico e do professor para atuar na Escola Normal e Secundária.

(…) na década de 60, com a tentativa de especificar mais a formação, o pedagogo passou a ser um especialista em educação e a formação de professores acontecia somente nas escolas normais. (Corte e Wiebusch, 2014)

O mercado de trabalho da Pedagogia é um dos mais extensos do Brasil, sobretudo se levarmos em conta o tamanho continental do país e a imensa quantidade de escolas que há em nosso território, tanto públicas quanto particulares. Sem falar nas outras áreas de atuação que já citamos.

Além disso, a Lei nº 9.394/96 (Art. 64) impede que profissionais não graduados na área possam dar aulas para alunos em iniciação escolar. Ou seja, essa lei torna alguns setores da Pedagogia exclusivos para a atuação de profissionais graduados, o que é muito positivo na hora de buscar por um emprego.

  • Exercer a docência na Educação Infantil, contribuindo para o desenvolvimento pleno dos aspectos sociais, afetivos e cognitivos de crianças de zero a cinco anos.
  • Atuar na docência do Ensino Fundamental, inclusive na Educação de Jovens e Adultos e Educação no Campo, considerando as especificidades dessas modalidades.
  • Atuar na gestão escolar de forma democrática, crítica e inovadora, concebendo a educação para a transformação social.
  • Fortalecer o aprendizado em diferentes espaços educativos: creches, escolas, organizações não governamentais, empresas, hospitais, movimentos sociais, associações, clubes, dentre outros.
  • Aplicar o conhecimento de forma interdisciplinar e adequado às fases do desenvolvimento humano.
  • Utilizar as tecnologias de informação e comunicação nos processos de ensino e aprendizagem.
  • Promover relações de cooperação entre a instituição educativa, a família e a comunidade.
  • Educar para a diversidade, respeitando as diferenças de gênero, raças, etnias, religiões, sexo, dentre outras.
  • Desenvolver trabalho em equipe, estabelecendo diálogo entre a área educacional e as demais áreas do conhecimento.
  • Conhecer e utilizar criticamente as diretrizes curriculares e outras determinações legais da educação brasileira.
  • Adequar sua prática pedagógica à realidade local onde estiver inserido, levando em conta demandas específicas.

O pedagogo é o profissional que atua em processos relacionados ao ensino e aprendizagem. Seu trabalho está intimamente ligado ao do professor e é considerado como um apoio educacional.
Ele é especialista em educação e associa o aprendizado às questões sociais e à realidade em que o estudante se encontra. Desta forma, o pedagogo contribui para a qualidade do ensino e aprendizado, fortalecendo a construção do conhecimento.

Mas a atuação profissional do pedagogo vai além do ambiente escolar. Ele também encontra oportunidades no mercado de produção de material didático, em empresas que necessitem de coordenação para treinamentos, em ONGs e órgãos públicos, dentre outras possibilidades.

A curiosidade é o combustível que faz com que o pedagogo se mantenha sempre em movimento, aprendendo e descobrindo novos conteúdos e maneiras de ensinar.

A criatividade, por sua vez, é o que possibilita que os frutos dessa curiosidade sejam usados de forma inovadora, por meio de novas técnicas, atividades e metodologias de ensino.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

O egresso do Curso de Graduação em Pedagogia – Licenciatura estará apto a atuar na Educação Infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio na Modalidade Normal e em cursos de Formação Profissional na área de serviços e apoio escolar, bem como em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos.

Consoantes aos princípios filosóficos e pedagógicos do curso, destacam-se algumas características do perfil do egresso, almejadas pelo curso de Pedagogia da UFFS:

Sensibilidade social: perceber o processo de exclusão e de privilégio presentes na realidade educacional e superar a explicação pela lógica do mérito/culpa, percebendo também os imensos prejuízos sociais provocados por essa realidade.

Senso crítico: considerar os vários aspectos de uma questão de modo a superar a credulidade ingênua, a crença imediatista e fanática em reflexões que se caracterizam por modismos. Implica ainda a capacidade de crítica ao projeto social e suas consequências, bem como a capacidade de vislumbrar, a partir dessa forma de compreensão, as consequências da transformação social do processo produtivo.

Consciência histórica: compreender e sensibilizar-se com as causas históricas da realidade social, tornando-se sujeito crítico e comprometido com os que não dispõem das mesmas condições sociais de desenvolvimento.

Capacidade de trabalho independente e em grupo: superar o caráter individualista da sociedade e da escola, mediante cooperação, solidariedade, responsabilidade e seriedade dos participantes.

Autonomia intelectual e atitude investigadora: construir autonomia intelectual, profissional e cidadã com a realidade em que vive, exigindo uma relação que efetivamente demonstre a responsabilidade social.

Capacidade de produção científica: dominar os aspectos básicos da pesquisa para a produção e socialização do conhecimento.

Domínio dos conhecimentos, habilidades e técnicas pedagógicas: dominar as tecnologias da aprendizagem a favor do processo pedagógico; relacionar as linguagens dos meios de comunicação à educação; ensinar Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, Geografia, Artes, Educação Física, de forma interdisciplinar e adequada às diferentes fases do desenvolvimento humano.

Capacidade de planejar a ação: diferenciar em nível teórico e prático, a partir de pressupostos teórico-metodológicos, as concepções que norteiam o fazer docente, compreendendo que qualquer ação que pretenda ser transformadora da realidade necessita ser planejada.

– Prof.ª. Ma. Cristiane Fernandes

– Graduação em Pedagogia pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências Letras de Cornélio Procópio – FAFICOP.

– Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências Letras de Cornélio Procópio – FAFICOP.

– Mestrado em Educação (Conceito CAPES 4) pela Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE.

Foi Coordenadora de CPA, Presidente e Membro da Comissão de Processo Seletivo, Membro do Conselho Superior, Presidente e Membro da Comissão do PROUNI, Presidente e Membro da Comissão do FIES, Membro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, Coordenadora do Departamento de Apoio Psicopedagógico, Supervisora Geral da Pós-graduação Lato Sensu e Presidente de várias Comissões de Credenciamento de IES, Autorização de Cursos, Reconhecimento de Cursos, Recredenciamento e Renovação de Reconhecimento de Cursos da Educação Superior.

Atualmente coordenadora do curso de Pedagogia da Faculdade Cristo Rei de Cornélio Procópio.

TEM INTERESSE NESSE CURSO?

PREENCHA COM SEUS DADOS QUE ENTRAREMOS EM CONTATO

Cleide Deolinda Alves

Especialista

Cristiane Fernandes

Mestre e Coordenadora do curso

Hellen Watanabe

Especialista

Thiarles Tonon

Mestre

Fechar Menu